Como escolher o protetor solar?

Se você não usa protetor solar todo santo dia, das duas, uma: ou você é doida ou você é doida! Não tem outra alternativa. Num país como o nosso, onde o sol brilha praticamente o ano inteiro, proteger a pele dos efeitos da radiação solar é tão necessário quanto comer bem. Afinal, a pele é o maior órgão do corpo, certo?😉

A gente já fez um post aqui no blog, onde dissemos que protetor solar devia ser ‘item de cesta básica’, porque -vamos combinar- o preço desse produto não é dos mais em conta e muita gente simplesmente não pode investir nele. Mas, enquanto esse sonho não vira realidade, conta pra gente: você sabe como escolher esse produto? Se não sabe, a gente tá aqui pra te contar como fazer isso pra deixar sua pele protegida o ano todo.

protetor1

Pra começar, a radiação solar se divide em quatro tipos:

1. Ultravioleta A (UVA): Vai até a segunda camada da pele, a derme, e estimula o bronzeado.
2. Ultravioleta B (UVB): Pára na superfície da pele e a deixa ressecada.
3. Ultravioleta C (UVC): É o mais nocivo e causa tumor porque vai fundo. Costuma ser barrado pela camada de ozônio.
4. Infravermelhos: Aquecem o corpo e dilatam os vasos.

Então, na hora de comprar seu protetor, o ideal é que ele proteja tanto contra os raios UVA quanto UVB.

Infelizmente, apesar de maravilhoso e energizante, o sol em excesso causa envelhecimento precoce e, o que é pior, pode causar câncer. Por isso é tão importante se proteger antes de se expor!

Pra começar, evite ficar feito lagartixa preguicenta no sol entre 10 e 15 horas (acrescente 60 minutos se estiver no horário de verão) e se meleque toda de filtro solar (isso mesmo: “se meleque”, sem dó!) quando for tomar seu banho de sol. A camada aplicada deve ser espessa.

Existem duas formas de filtrar a radiação:

1. Barreira física
Esse tipo de filtro forma uma película que reflete o raio solar. Ele bate nela e se dissipa.

2. Barreira química
As moléculas desse filtro absorvem os raios, transformando-os em outro tipo de energia, inócua para a pele.

Vale lembrar também que o protetor feito pro corpo não é indicado para aplicação no rosto! A pele do corpo é mais espessa. Por isso, o produto pra essa região é emoliente e hidratante. Só que tem gente muuuito esperta (sóquenão!) que aplica protetor solar pro corpo no rosto, fica cheia de espinhas e com a pele oleosa e aí culpa o pobre produto pelo desastre. Coisa mais feia! Protetor solar pro rosto existe justamente porque a pele do rosto tem necessidades diferentes. Então, na sua próxima compra, compre os dois, ok?😉

E se você tem pele oleosa ou mista, opções sem óleo (oil free) não faltam no mercado, viu? É só escolher uma que se adeque ao seu bolso e ser feliz!

Bom, com essas dicas, a gente espera que você fique mais animada a fazer do protetor solar o seu melhor amigo.🙂

Fonte: mdemulher.abril.com.br

Bitocas!

Ana, Carolina e Géssica

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s